Marketing Olfativo funciona?

21 de Janeiro de 2020
Marketing Olfativo funciona?

O marketing olfativo pode ser um grande aliado para seu negócio, mas é preciso entender o que realmente importa para impressionar seus clientes e como usar essa ferramenta junto com suas outras estratégias.


Marketing é uma coisa só, é um conjunto de ações que tem objetivo de fazer com que as pessoas conheçam e se interessem por produtos e serviços que em princípio são bons para elas.


Para isso, visa-se atrair os sentidos com o objetivo de criar experiências sensoriais através da visão, audição, tato, paladar e olfato, além de despertar sentimentos e conexões humanas. O nome de tudo isso junto é experiência.


Quando um cliente vai a sua loja ou estabelecimento ele vive uma experiência. Essa experiência não é só que vê, cheira, compra ou ouve, mas um conjunto de tudo isso. Essa experiência, boa ou ruim, fica na memória dele de forma inconsciente. É como algo que você sabe que é bom, mas não sabe explicar exatamente o porque e dá vontade de voltar lá.


Sabendo disso, o marketing olfativo sozinho não é capaz de fazer nada, se o cliente for mal atendido ou estiver em uma loja suja de aspecto ruim, não importa se ela tem aroma agradável.


Porém se você quer melhorar a experiência do seu cliente na sua loja e fazer com que ele lembre disso, o aroma pode ser um dos principais aliados. Nós somos capazes de lembrar de quase 35% de todos os aromas que sentimos e associá-los direto a uma sensação. A nossa visão, o segundo melhor sentido em termos de lembrança, só é capaz de nos fazer lembrar de 5% do que vemos. Nossa memória é capaz de lembrar mais de 10.000 aromas diferentes e, no entanto, apenas reconhece 200 cores. Portanto ter um aroma agradável e memorável no seu estabelecimento, completando toda a experiência que o cliente vive, aumentará de forma significativa a chance dele ter a sua marca lembrada e associada a uma experiência agradável.


Os aromas ajudam a criar uma experiência diferenciada em lojas e ambientes corporativos fazendo as pessoas lembrarem daquele local com mais facilidade. O mesmo é usado em entretenimento e pode ser usado na sua casa criando ambientes memoráveis para sua família e amigos.


Existem cada vez mais consultorias disponíveis para desenvolver aromas exclusivos para sua loja ou escritório, porém isso é um processo que pode ser caro, demorado e que pode demandar uma compra em quantidade desse aroma que muitas vezes é inviável para pequenas empresas.


Porém pequenos empresários também podem usufruir dos benefícios dos aromas no marketing, escolha uma empresa de qualidade, com aromas já prontos, solicite informações sobre o mesmo e indicações para seu tipo de negócio. Escolha um aroma e adote ele para fazer parte da sua marca, mesmo que não seja exclusivo.


Atualmente as pessoas compram aromas de lojas que elas gostam para colocar em casa. Os pontos positivos de usar um aroma não exclusivo é que as pessoas já podem facilmente comprar para usar em casa e lembrar da sua loja, ou podem entrar na sua loja e se sentir em casa, pois já conhecem o aroma, o que é ainda melhor.


Lembre-se que ter um aroma único não é o que faz o marketing funcionar, é importante sim ter um aroma agradável, porém mais do que isso é prover ao cliente toda a experiência e não apenas um ou outro item isolado.


Que tipo de essência usar?


Existem basicamente três tipos de essências para aromatização de ambientes, os óleos essenciais totalmente naturais extraídos de plantas, as essências sintéticas, ou a combinação das duas coisas.


Os óleos essenciais são caros e muitos poderosos, não conheço nenhum estabelecimento comercial de grande ou médio porte que utiliza óleos essenciais puros ou blends para aromatização. Seria extremamente custoso e talvez perigoso, visto que eles realmente tem um efeito biológico grande, expondo pessoas até 10 horas por dia ao seu aroma.


As essências sintéticas, assim como no seu perfume, sabonete, amaciante, sabão em pó, desinfetante e quase tudo que tem cheiro na sua casa (sim todos eles usam essências sintéticas) são mais baratas e eficientes para aromatização, visto que óleos essenciais são muito voláteis e duram menos. Há quem diga que fazem mal a saúde, mas não é sempre assim. Alguns produtos sintéticos fazem sim mal a saúde e o supermercado está cheio deles, porém nem todos são cancerígenos e vão te prejudicar. Perfumes e aromatizadores de empresas confiáveis utilizam componentes de qualidade que não fazem mal a saúde se usados corretamente, principalmente quando não estão em contato com a pele. A Lakos por exemplo, não usa componentes que comprovadamente (de forma científica) façam mal a saúde em sua linha de perfumaria, mas oferece também uma linha de produtos totalmente naturais que além do efeito terapêutico das plantas pode perfumar um ambiente.


Não há quem não se sinta bem em um ambiente devidamente perfumado, aprenda e faça uso disso não só no seu estabelecimento comercial, mas também em sua casa e ambientes de convívio.


Se desejar conhecer os produtos da Lakos, navegue nesse site!